Formação superior indígena deve aliar saberes tradicionais indígenas aos conhecimentos não indígenas

Créditos: Aloisio Cabalzar/ISA

Créditos: Aloisio Cabalzar/ISA

Essa foi uma das muitas recomendações que os grupos de trabalho do seminário da “arrancada” fizeram para a construção do programa de Formação Superior Indígena, que começou a ser debatido na semana passada em São Gabriel da Cachoeira, no Alto Rio Negro, noroeste amazônico.

 
Leia o texto completo em:

 http://www.socioambiental.org/nsa/detalhe?id=2936
Fonte: www.socioambiental.org

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s