I Fórum da Internet no Brasil: A internet também é minha.

Abertura Oficial do I Forum de Internet no Brasil (Foto: Dan Baniwa)

Da cabeça do cachorro para São Paulo. Motivo? Participar do I Fórum da Internet no Brasil, que aconteceu na Expo Center Norte, entre os dias 13 e 14 de outubro. Na companhia do Daniel Benjamim, companheiro de outras viagens ao sudeste do país, e um dos mais ativos blogueiros indígenas do Rio Negro.

O evento foi uma iniciativa do Comitê Gestor de Internet no Brasil (CGI), com múltiplos objetivos, mas, a principal, criar um espaço de discussão os desafios atuais e futuros da internet. O que levou a vários segmentos da sociedade como Governo, Terceiro Setor, Setor Empresarial, Indígenas representantes de vários movimentos (Cultura Digital Indígena) e outros a participarem do fórum.

Os assuntos discutidos durante os dois dias foram divididos em seis trilhas (abaixo),cada participante fez sua escolha voluntária para participar da roda de discussão de interesse.

1. LIBERDADE, PRIVACIDADE E DIREITOS HUMANOS

-Proteção dos direitos humanos na rede

-Garantia de direitos e liberdades na Internet

-Privacidade e proteção de dados pessoais

-Direitos das crianças e adolescentes

-Liberdade de Expressão

 2. GOVERNANÇA DEMOCRÁTICA E COLABORATIVA

-Governança internacional da Internet: modelo e locus da governança

-Internet como serviço de valor adicionado

-Organização da Internet no Brasil

-Dinâmica e transparência do Comitê Gestor

 3. UNIVERSALIDADE E INCLUSÃO DIGITAL

-Regime jurídico e universalização

-Infraestrutura e redes

-Programa Nacional de Banda Larga (PNBL)

-Qualidade da banda larga

-Medidas de apoio à inclusão digital

-Espectro aberto e democratização do acesso

 4. DIVERSIDADE E CONTEÚDO

-Acesso ao conhecimento e à cultura

-Incentivo à produção nacional e regional de conteúdos para a Internet

-Garantia da diversidade cultural, de gênero e étnico-racial

-Produção e compartilhamento de conteúdos

-Publicidade na rede

-Propriedade intelectual no cenário digital

-Modelos de sustentabilidade

 5. PADRONIZAÇÃO, INTEROPERABILIDADE, NEUTRALIDADE E INOVAÇÃO

-Defesa dos padrões abertos

-Neutralidade na rede

-Estímulos e garantias para a inovação

-Interoperabilidade e os desafios da mobilidade

-Acessibilidade para portadores de necessidades especiais

-Espectro aberto

 6. AMBIENTE LEGAL, REGULATÓRIO, SEGURANÇA E INIMPUTABILIDADE DA REDE

-Marco Civil da Internet

-Tecnologias e legislação sobre crimes na Internet

-Guarda de logs

-Equilíbrio entre segurança, liberdade e privacidade

-Norma 4 e regulação da Internet (serviço de telecomunicações ou serviço de valor adicionado)

-Governança e regulação do espectro

A internet também é minha. “Ter acesso a rede mundial é um direito universal, por isso, deve e precisa chegar aos que vivem nos mais remotos lugares deste país. Se não chega nas periferias de São Paulo, imagine em outros lugares distantes. A internet precisa chegar para todos, e chegar com qualidade!”-disse Sergio Amadeu da Silveira, professor da UFABC e Conselheiro do Comitê Gestor de Internet no Brasil, representante do Terceiro Setor.

A presença Indígena na rede mundial ainda é pequena, mas, crescente. E são os que menos acessam a rede, por não chegar às comunidades. “A sociedade precisa saber que existimos que os povos indígenas também estão na rede, e que tem total capacidade de manusear e usar as novas tecnologias”- disse Anapuaka Muniz, Líder indígena do Movimento Cultura Digital Indígena.

O Fórum realizado nos dias 13 a 14 de outubro foi apenas o I (Primeiro), serão realizados próximos encontros de consulta e discussão sobre os desafios atuais e futuros da internet no país. Foram amarradas várias propostas e o documento final será disponibilizado ao publico, segundo a coordenação do evento.

Fico grato pelo privilégio de ter participado do evento, graças ao esforço de amigos e companheiros (as) usuários da rede, que merecem meus agradecimentos, entre os vários, vão em destaque a Gil (Gilmara do ISA-SGC), Mariana (Secretária Executiva do evento), Professora Mônica (GESAC-AM). Por vários motivos, uma delas a presença no evento que me levou a rever alguns amigos do I Simpósio de Uso da Web nas Aldeias Indígenas realizado no final de 2010, que foi importante para trocar experiências e atualizar as novidades sobre alguns projetos, e o mais legal, fazer parte da equipe indígena no fórum.

A discussão está apenas começando. Lembre-se, a internet também é sua. A sua participação nessa consulta é importante. Internet de qualidade é um direito seu!

Mais informações acesse a página oficial do Fórum: http://forumdainternet.cgi.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s