Em Cartucho – Médio Rio Negro

SAM_4018

A minha primeira viagem como integrante da equipe de Comunicação da FOIRN à região do Médio Rio Negro foi em setembro de 2013. Daquela vez, a missão foi acompanhar e contribuir na discussão dos Projetos Políticos Pedagógicos das escolas de ensino fundamental em quatro comunidades indígenas, que pertencem à área de abrangência do município de Santa Isabel do Rio Negro. E a última parada da viagem de 2013 foi em Cartucho – uma comunidade que fica aproximadamente uma hora e meia de Santa Isabel.

Quase um ano depois, na primeira semana de agosto de 2014, voltei à Cartucho, para participar do Seminário Comemorativo de 21 anos da associação ACIR (Associação das Comunidades Indígenas e Ribeirinhas), que congreja 13 comunidades.

Em três dias de evento, grandes líderes que tiveram um árduo e papel fundamental da consolidação do movimento indígena na região desde o início da década de 90, relataram suas lutas, momentos difíceis, medos e conquistas. Entre estes, estavam Braz França e Libório Diniz. Os dois, lembraram em seus relatos nomes de lideranças que também estiveram no grupo de lideranças que também foram importantes, como o Moura Tukano, que faleceu já neste ano.

Uma verdadeira aula de história do movimento indígena para mim, e como tantos jovens que estavam ali para anotar e ouvir.

“Não podemos deixar de lutar pelos nossos direitos”- disse Liborio, um dos fundadores da ACIR, há 21 anos.

“Fui várias vezes ameaçado pela luta pelos direitos, que nós indígenas tinhamos acabado de conquistar na Constituição Federal. Na época (inicio dos anos 90), nem o prefeito de Santa Isabel sabia que tinhamos conquistado direito na CF, em uma reunião que realizamos, ele disse que nos estávamos inventando e que isso ia morrer aí mesmo”-lembra Braz.

Depois dos relatos das lideranças históricas, passamos a conhecer a história da associação, através de seus ex-diretores presidentes. Cada um relatou os principais desafios e dificuldades no período em que estiveram à frente da associação.

Marivelton Rodriguês Barroso atual  (2013-2016) Diretor da FOIRN de referência para a região do Médio e Baixo Rio Negro disse que, para fortalecer o movimento indígenas e principalmente as associações, é fundamental a participação das lideranças que estiveram desde o inicio, para que os mais jovens, conheçam quais foram os principais desafios e dificuldades que enfrentaram e como isso aprender, e como também por outro lado, conhecer a história da luta pelos direitos.

Ainda houve um exercicio de tradução de alguns termos da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas (PNGATI) para a língua Nheengatu. O trabalho é parte do trabalho de campo dos estudantes do Curso Básico em PNGATI, realizado pela FOIRN em parceria com o ISA e apoio financeiro do PDPI. Vamberto Placido é um dos 25 participantes do Curso, e foi ele quem coordenou as atividades em Cartucho. Cinco grupos de trabalhos foram formados para essa atividade, que ao final, apresentaram os termos em Nheengatu. Um trabalho que deverá ser aprimorado com o tempo. Pois, quanto mais pessoas começarem a falar e trocar idéias sobre elas, o entendimento vai também se aprimorando. Vamberto foi bastante elogiado pelos participantes pelo trabalho.

Na noite de despedida foi apresentada a “Maniaka Murasi” que é a mesma coisa “Dança da Mandioca”. Uma dança com musica adaptada que fala sobre os conhecimentos tradicionais relacionadas à roça e a vida na comunidade. Desde os mais pequenos até aos mais velhos. “Uma maneira de valorizar a cultura que alunos e professores juntos com os conhecedores estão desenvolvendo”- disse, a presidente da ACIR.

A cultura para ser trasmitida para novas gerações, deve ser praticada, vivida. Os mais novos, vão aprendendo e vivendo.

E eu, vou aprendendo e conhecendo a diversidade e a riqueza cultural que nós povos indígenas do Rio Negro temos. Cada viagem, carrego de volta uma bagagem de conhecimento e novas descobertas.

Foto criada em 2014-09-02 às 21.51 #4

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s