Conselho Kaali

Mendzamitsa, 20 a 24 ka agosto, whaa Baniwanai wawakeetakawa Ttonowiriko kaako karo whaa iakottinai kanakaiperi walhio oo kanakaiperi wadeenhika weemakawaliko. 

Wakaitepe wapidzawaaka koadzokeena poadzaka oo waakatsawa wapeedzalhewa linako matsiaka peemaka padzakalerio wakeñoakadzami lhia wawakeetakakawa wapidzawaaka wadeenhikaro. Kadzo ideenhikhettiapani nheette ikadzeekataakakhetti nako tsakha. 

Nakaitepe whema linako lhia ideenhikhetti  nanakodali nhaa wanheekhe wadeenhixoopa nheette weemaxoopa hekoapiali, kadzo kiniki, nheette phiome nhaa linakoapaninaa nheette lideenhikanaa. Kanakaidali walhio wattaitakaro wakhedzakota lhia iwapiñeetakhetti nheette iakotti linakodali lhia kanakaika wamatsiataka weemakawa nheette wadzeneetaka naawa nhaa ianhekhetti nalhio nhaa walimanai. 

Kadzodali ima wakeñoa Conselho Kaali kaakokarodawa whaa phiome nhaa iakotti, wattaitakaro wadeeka lipeedzalhewa lhia ideenhikhetti wapidzawaaka whaa wakoenai.

Kaako tsakha whaa linako attiapani, ideenhikhetti mendzamidalitsa ikeñoa wemakawaliko. Da hore iakokitti. 

Anúncios

Escola Baniwa e Coripaco: notícias

Jovens baniwa concludentes de ensino fundamental e médio se apresentam ao público na Escola Pamáali. Foto: João Claudio/EIBC

Jovens baniwa concludentes de ensino fundamental e médio se apresentam ao público na Escola Pamáali. Foto: João Claudio/EIBC

Desde 2004, a Escola Pamaali,  vem fechando cada ano letivo com Quadra-Praça  cheio de gente e “um círculo de jovens” com pinturas corporais e Kalidzamai ao centro, (com execessão em 2005,  ano que a escola passou dificuldades em recursos para a realização da Assembleia Geral da ACEP e da II formatura e 2008, as as formatura foram realizadas nas primeiras etapas do ano seguinte).

De lá pra cá, já foram realizados seis. O VI  aconteceu no dia 15 de dezembro de 2013. Que mais mais uma vez reuniu muita gente e a coordenação como de sempre, apresentou ao público os finalistas do ano. Com a tradicional cerimônia Kalidzamai. É o segundo ano que a Escola Pamáali, através da Escola Estadual Nossa Senhora de Assunção do Içana, apresenta turma de ensino médio ao público presente no evento.

A Associação do Conselho da Escola Pamáali – ACEP, realizou a Assembleia, evento que antecedeu a formatura. Onde além de assuntos internos da escola, foram propostas ações para a melhoria dos trabalhos para próximos anos. Onde também foram indicadas novos nomes para o quadro de professores para 2014 e para a diretoria da ACEP.

Acostumada de publicar as notícais e principalmente imagens de grandes eventos, como de formaturas, a equipe de comunicação da escola não conseguiu conseguiu repetir o mesmo dos anos anteriores, devido o problema de internet na escola. O Ponto de Presença Pamáali não funciona desde novembro.

2014: surpresas?

Professor Juvêncio Cardoso ou Dzoodzo, com formandos na Escola Pamáali, no dia 15 de dezembro de 2013.

Professor Juvêncio Cardoso ou Dzoodzo, com formandos na Escola Pamáali, no dia 15 de dezembro de 2013.

Em reunião de apresentação do relatório preliminar de atividades de 2013, o Juvêncio Cardoso  ou Dzoodzo, como ele prefere ser chamado, disse que várias atividades foram realizadas nesse ano. Destacou a participação dos professores e alunos da escola em eventos voltados para a discussão da Educação Escolar Indígena, como é o caso do V Encontro de Educação Escolar Indígena, que teve a ACEP, gestora da escola como membro da coordenação junto com a OIBI (Organização Indígena do Rio Içana).

Nova equipe de professores deve ser formada para esse e próximos anos, que ainda está em processo de discussão, segundo os encaminhamentos da reunião realizada no final de semana passada aqui em São Gabriel da Cachoeira. “Deixando a Pamáali depois de 13 anos”- publicou no seu perfil no facebook, o Dzoodzo que segundo ele, estaria deixando a escola, depois de estar lá, desde 20o1. Começando como aluno, passando pelos cargos de professor, coordenador geral (duas vezes) e diretor-presidente da ACEP, desde 2010.

Alguns nomes já foram especulados. Mas, a confirmação só deve vir, no final de fevereiro, para começar o ano letivo em março com nova equipe. Já que a maioria dos que fizeram parte do quadro confirmaram que não vão fazer mais parte nesse ano. Quem fará parte dessa nova equipe? Em breve, novidades…

Associação do Conselho da Escola Pamáali, elegeu nova diretoria, ontem, 14 de dezembro.

Na V  Assembleia Geral da ACEP foram discutidos vários assuntos de relevância para a Educação Escolar Baniwa e Coripaco, em específico da Escola Pamáali. Foto: Juvêncio Cardoso/EIBC

Na V Assembleia Geral da ACEP foram discutidos vários assuntos de relevância para a Educação Escolar Baniwa e Coripaco, em específico da Escola Pamáali. Foto: Juvêncio Cardoso/EIBC

A V Assembleia Geral da Associação do Conselho da Escola Pamáali- ACEP, aconteceu nos dias 12 a 14/14, na escola Pamáali. Entre outros assuntos tratados foi a eleição da nova diretoria. Da diretoria 2011-2012 (eleitos da assembleia extraordinária em maio de 2011), continua o professor Juvêncio da Silva Cardoso. As novidades são: Erivaldo Macêdo Paiva (turma de 2004 da EIBC) e professor que vai atuar na Escola Pamáali ano que vem. E o João Claudio (turma de 2004 da EIBC), que também vai atuar na EIBC ano que vem.

Diretoria da ACEP 2013-2016:

Juvêncio da Silva Cardoso – Presidente

Erivaldo Macêdo Paiva – Secretário

Jõao Claudio – Tesoureiro

Conselho Fiscal: Roberto Paiva (comunidade Juivitera), Santiago Souza (comunidade Maúa), André Fernando (liderança Baniwa) e Roberto Aniceto (comunidade São José).

Escola Pamáali se prepara para a semana de eventos e formatura.

Faltam apenas algumas semanas para chegar a semana de formatura, os preparativos para o evento já começaram. Foto: G. Pereira.

Com pouco menos de três semanas para o inicio da sequência de eventos que será fechado com a grande festa de formatura da V turma da escola no dia 15/12, a escola Pamáali desde a semana passada começou a se organizar e fazer os retoques necessários. Reformas do palco dos eventos, a quadra-praça Pamáali já está praticamente concluída.

Os ensaios de danças tradicionais contará com a presença de alguns sábios e colaboradores com a escola. O que vem sendo feito desde 2004, quando foi realizada a primeira festa de formatura.

Será a primeira vez que a EIBC-Pamáali, localizado próximo a comunidade de Tucumã Rupitá, irá sediar três importantes eventos.  Serão realizados em sequência a partir do dia 12/12 a  Assembleia Geral da Organização Indígena da Bacia do Içana – OIBI, Assembleia Geral da Associação do Conselho da Escola Pamáali- ACEP nos dias 13 e 14/12 e para fechar a semana, nada melhor que a V formatura da EIBC no dia 15/16.

A partir da semana que vem serão iniciados postes especiais sobre esses eventos, onde serão contado um pouco da trajetória de alguns jovens que estão chegando à primeira conquista e para alguns, mais uma. São 24 alunos de ensino fundamental e 10 de ensino médio.

São esperadas mais de 300 pessoas para esses eventos. As duas grandes assembleias terá como uma das pautas a eleição de nova diretoria. Atualmente (desde 2009) a diretoria da oibi é: Mario Farias – Presidente, Wilson Júlio – Vice-Presidente, Armindo Brazão – Tesoureiro e Paulo Farias – Secretário. Em 2011, na Assembleia de Comemoração de 10 anos, pelo afastamento do presidente eleito em 2009, houve a eleição da nova diretoria da ACEP, portanto, os diretores atuais são: Juvêncio da Silva Cardoso – Presidente (professor da EIBC), Alfredo Feliciano Brazão – tesoureiro (professor da EIBC) e  Raimundo Benjamim (eu)- secretário (professor da EIBC).

Enquanto a data não chega, alunos e professores estão fazendo as tarefas e obrigações. Monografias, ensaios (danças e cantos) e atividades de campo passaram a ser as atividades diárias da escola desde a semana passada.

Na Formatura serão apresentadas danças tradicionais, e a cerimônia de Kalidzamai. Na imagem mestre Samuel da Silva (em memória), na formatura de 2007. Foto: Acervo EIBC.

XVI Evento Cultural Baniwa em Assunção do Içana

Em Assunção do Içana durante a XVI Cultural Baniwa

O Evento Cultural Baniwa acontece em Assunção do Içana há dezesseis anos. O encontro vai além de jogos esportivos, reúne na programação exposições de artesanatos e apresentações culturais como danças tradicionais. O encontro começou no dia 25, última quinta-feira e vai até no dia 30/10.

Presença das Escolas Baniwa e Coripaco durante a feira.

Exposição de artesanatos produzidos pelas escolas.

Encontro da Rede de Escolas Baniwa e Coripaco

Participantes do Encontro da Rede Escolas chegando em Castelo Branco no final de setembro. (foto: Daniel Benjamim)

O Encontro da Rede de Escolas aconteceu no mês de setembro desse ano. Por ser muito grande a região e as dificuldades enormes o encontro da REBC foi dividido em dois. Um na EIBC-Pamáali e em Castelo Branco.

Escola Pamáali: imagens de formaturas

Da esq. para direit. Elizeu, Marciana, Adiosa e eu (Foto: Arquivo EIBC)

Semana da Pátria. Mais, que um evento esportivo.

Os primeiros jogos que assistí no inicio dos anos 90, ainda era garoto.  Admirava os lances, os chutes e os glos. As vibrações e comemorações ainda eram tímidos. Dez anos depois, ví meu irmão ser eleito três vezes consecutivos o melhor das edições do evento. E sempre pensei em chegar lá também. Em 2010, também chego nesse posto.

Desde que foi criado, o evento esportivo semana da pátria na região do Içana inicialmente, por alguns professores e vereadores, em destaque Alson Dantas, que esteve sempre presente nos primeiros anos de realização. De comunidade para outra, escolhidas pela comissão organizadora, levando em conta alguns critérios de escolha, como a estrutura que o evento exige, que na maioria de suas edições chegam mais de 500 pessoas. Houve, uma época em que esse evento foi também levado para outras localidades e regiões do Içana. Como para o Alto Içana, Baixo Içana e em outros lugares.

E no médio Içana onde começou recentemente foi dividido em pequenas regiões de realização. Uma ficou em Tunuí e a outra ficou circulando nas comunidades abaixo, até Nazaré. Nesse ano, 2011, como sempre foi, Tunuí Cachoeira volta a ser o palco de realização de mais uma edicação única na região do médio Içana. Onde até agora, já foram confirmadas a presença de várias comunidades. Incluvise de comunidades Coripaco do lado Colombiano. Que não será a primeira que virão. Já levaram pelo menos uma vez o caneco do evento esportivo.

Estarão presentes entre os dias 4 a 7 de alunos, professores, capitães, políticos e outros. Durante o evento, acontecerá a troca e venda de produtos artesanais, caça, peixe. Troca de experiências entre estudantes. Haverá apresentações das escolas e muitos mais. Os locais de realização desse evento esportivo no Içana são: Tunuí Cachoeira (Médio Içana), Matapí Cachoeira (Alto Içana) e Macedônia (rio Ayarí). 

A escola Pamáali já tem um histórico de participação neste evento. Levou uma e ficou três vezes na segunda posição, e em outras apenas chegou na fase de classificação. Será que leva a melhor nesse ano? Ah..esquecí de dizer que vamos para Tunuí Cachoeira.

Encontro de Flautas reuniu conhecedores, professores e jovens Baniwa em Santa Rosa.

Jovens atentos ao sons das flautas, aprendendo com os mestres. O Encontro das flautas é uma das atividades do Projeto Soberania Alimentar, realizado em Santa Rosa- Médio Içana (foto: Sully S)

Comemoração dos 10 anos da Escola Pamáali

Devido problema de internet na Escola Pamáali não conseguí atualizar as informações sobre a comemoração dos 10 anos em tempo real, mas, estarei aos poucos, daqui de São Gabriel, contando como foi o evento, que reuniu várias pessoas, para avaliarem, apontarem caminhos para a escola e comemorar a primeira década de funcionamento da escola Baniwa Coripaco Pamáali. Segue acima, algumas imagens da comemoração, para ter uma idéia de como foi o evento histórico da educação escolar Baniwa e Coripaco.